Lá Vai o Trem com o Menino !

Diante do desafio de ensinarmos uma nova música , a proposta para você trabalhar com essa canção é ideal !
Eu tenho um coral infantil iniciante e fiz com eles essa peça !
Baixei um tom por causa do agudo da primeira voz e ficou bom !

Diante do desafio de se trabalhar uma peça a duas vozes com nossos alunos, acho que eles superaram !Deixo o video e as partituras pra vocês baixarem !

Abração ,


Aquecimento Corporal !

* para coro infantil e infanto-juvenil

O aquecimento geral deve possibilitar um funcionamento ativo do organismo como um todo.

 

Tudo mundo de pé !

Agora vamos fazer um movimento corporal  para aquecer o corpinho !

1- Tente alcançar os céus na ponta do pé por isso levante os braços ( repita três vezes ) !

2-Dê um espaço e faça o movimento ” Cristo Redentor” com os braços bem esticados ( aguarde uns 20segundos)

3-Dê um forte abraço em você mesmo e estique os músculos da costa

4-Sacuda o esqueleto percorrendo as mãos por tudo o corpo , batendo levemente para “acordar os músculos” !

 

Veja mais sobre a importancia do aquecimento no link-

http://www.faac.unesp.br/pesquisa/nos/mexa_se/imp_aque.htm

 

 

 

Sem medo de ser feliz !

Os alunos de Coral devem ter a oportunidade e a chance de experimentarem maneiras diversas de se fazer música. Muitas vezes achamos que o objetivo principal do coral é cantar e acabamos nos focando apenas no repertório. Daí cria-se aquele mania “viciosa” de ficar apenas ensaiando , ensaiando , ensaiando … e de repente … os alunos começam a ficar enfadados , cansados e de “SACO CHEIO” com a aula de coral !

Vamos experimentar um pouco de atividades que envolvam a arte de criar. Vamos jogar esse “abacaxi” (brincadeirinha, heim…!!…rs ) nas mãos deles !

Tire um tempo da aula para se utilizar de percussão corporal com eles. È algo fácil mas que vai exigir um certo planejamento na sua aula.

1- Pense comigo – Crie uma sequencia fácil de execução que use sons de

Palma ,ESTRALO de DEDOS, PEITO ( bater mão no peito) e COXAS ( bater mãos na coxa).

2-Pense numa célula rítmica simples e se utilize dos sons acima citados e treine com eles.

3-Feito essa sequencia , crie no teclado uma sequencia de acordes que acompanhem essa célula rítmica e faça com que essa atividade se torne o mais musical possível .

4-Use essa atividade durante umas duas semanas até que ele fique bem executada e possa ser usada posteriormente numa apresentação .

PARA DEIXAR A AULA MAIS INTERESSANTE mostre um AUDIO ou um VIDEO do GRUPO BARBATUQUES

Nos proximos posts vou postar algumas atividades com percussão corporal,

Sucesso a todos !

Coro Infanto-Juvenil Canta Maria Gadú


Ola colegas ,

Estou preparando um material especial com canções da Maria Gadu para o seu coralinfantil e Juvenil cantar !
Maria Gadu , além de ser uma excelente cantora , escreve como ninguém e suas letras contém o que nós educadores gostamos muito – Conteúdo !
Os arranjos serão elaborados para duas vozes , com nível facil , para se trabalhar com coros iniciantes e intermediários !


Em breve , o material estara disponível para vocês consultarem e adquirirem !

AGUARDEM

Informações- cellofon@gmail.com

Meu DEUS …. o que eu faço agora ?

Você chegou no seu ensaio e pensou – Meu DEUS …. o que eu faço agora ?

Você preparou aquele mega blaster material para o ensaio e meia hora depois tudo o que você preparou ja foi aplicado e então você se perguntou – Meu DEUS …. o que eu faço agora ?

Ou … você prepara aquele material de Música Brasileira, coisa fina sabe , e quando passa a primeira frase da música , uma criança super educada dá um grito la de trás e diz – Que Música Chata !! e…você então se pergunta -Meu DEUS …. o que eu faço agora ?

tem também aquele momento do aquecimento , que você compra aquele material chique , sabe ? Você tem orgulho de possuir um material tão dinâmico , mas após algumas aulas , as crianças se entendiam porque ja sabem como vai começar e vai terminar e de repente você percebe esse “tédio” e então se pergunta – Meu DEUS …. o que eu faço agora ?

Gente , estou rindo aqui porque acredito que todo mundo passa por isso. Tenho aprendido a abrir mão de alguns rituais de ” ensaio” para tirar alguns momentos onde eu e os alunos podemos nos divertir um pouco ,sermos mais chegados , darmos algumas risadas , sentarmos em roda e buscar na afetividade uma solução para fazer com que o coral se desperte ainda mais , proporcionando um ambiente onde ele , o aluno , se sinta a vontade e principalmente , valorizado.
O metodo do educador Dalcroze , ajuda muito nas aulas. Podemos interagir muito com o aluno e ele se sente parte do processo e aos poucos através das vivências experimentadas em aula , o aluno começa a interagir mais com o professor e nossa aula começa a ter mais sentido na cabeça do aluno e então dá o que o educador Swanick chama de ” VALOR” . Não entendia esse conceito até ouvir do próprio Swanick o que isso significava. Caramba ….isso é verdade ! Quando uma coisa faz sentido na entendimento do aluno , ele realmente valoriza !
Meu Deus ….o que eu faço agora ? Eles nao querem sair da sala !!!

Um abração a todos ,

Marcelo

Saindo da Rotina com “Saltimbancos”

FOTO SESC
Ola Pessoal !

Hoje gostaria de falar com vocês sobre um tema que necessariamente me aflinge um pouco ” a preguiça dos alunos ” ! Sabe aquele dia que em você acorda super disposto , toma aquele café , corre pra aula imaginando que a aula será demais e quando chega na sala de ensaio , a criançada esta praticamente escorregando na cadeira de tanta preguiça ? Meu Deus !! Pois bem , isso acontece , pode crer !

Comecei uma atividade , envolvendo algumas peças dos musical ” saltimbancos” que fiz a criançada pula da cadeira ! Utilizei pequenas coreografias (movimentos simples) , fiz eles caminharem enquanto cantavam , valorizei as entradas , enfim, fiz a crianças levantar o traseiro da cadeira se movimentar. Se acredita que deu certo ?!

Bom , isso é apenas o começo de uma Grande Obra, disso eu tenho certeza !
Vamos la gente ! Vamos fazer nossa criançada mexer o esqueleto !

Deixo com vocês a partitura da peça ” O Jumento” para utilizarem com seus alunos !

Marcelo Fonseca
O Jumento

Música “Chuva”


Essa é uma canção da Cecilia Cavalieri França que foi desenvolvida com os alunos , integrando a criação , a técnica e a Performance !

Como o tema da musica é “chuva” , elas foram incentivadas a criarem com o som de palmas o “som da chuva” e as crianças do violão , que são iniciantes , utilizaram apenas as notas RE , MI , SOL e LA.  O Ensaio foi conduzido de forma lúdica para que houvesse interação e a integração entres os naipes ( Voz e Violão)
Confira no link abaixo

http://www.facebook.com/v/169101599812274

O Repertório Ideal

Ola queridos ,

Bom , hoje meu post é intitulado de ” o  repertório ideal”. Sempre que algo chama a minha atenção em meu “Pão diário” , que neste caso é o Coral Infantil e Infanto-Juvenil , gosto de compartilhar para que outros aprendam com as minhas vivências  e possam acertar em suas práticas diárias como eu também tenho buscado acertar !

Como trabalho em Projeto SócioEducativo ,todo tipo de aluno passa em minha sala. Desde aquele que vem pela primeira vez em minha sala e nunca cantou em um coral , que não consegue afinar nenhuma nota ,como aquele ja participa de Grupos de Escola e de Igrejas e ja sai cantando a segunda voz com uma facilidade inacreditável . Pasmem ! isso acontece as vezes ! ( é raro …rs) É interessante notar que nesse processo de cativar os alunos devemos nos atentar à aquilo que ele realmente é capaz de realizar  extraindo dele  essa “máxima” , isto é, o que vai deixar o aluno com aquela sensação de dever cumprido mas também com um gostinho de “quero mais” ! Posso afirmar que isto não é tão simples, mas aqui vão  algumas dicas que certamente podem ajudar !

1- Sempre mostre pro aluno que como educador(regente) está ali para ajudar e que você é a ponte pra que isso aconteça.Seja um exemplo que tudo o que faz é pensando nele. O aluno tem que sentir confiança no regente. ( elogie , mesmo que esteja desafinado, cumprimenta na entrada e na saída , faça algo que o surpreenda )

2-Mostre pro aluno que você se preocupa com o fazer musical dele e que todas as atitudes musicais dele em sala de aula são de extrema importância , por isso , diga pra ele que você “CONTA com ELE”.Isto é de extrema valor pro aluno. Creia no que estou falando, dá certo !

3-Se o grupo é limitado musicalmente , leve peças fáceis execução , músicas que eles aprendam em no máximo dois ensaios e que se dá para aprender músicas novas toda semana. Você acaba criando uma PLAYLIST na cabeça do aluno e ele ja vai se sentir pronto para uma apresentação , e isso certamente irá motiva-lo ! Logo, logo , esse grupo exigirá de você peças mais elaboradas e você se surpreenderá com o resultado que irá extrair desse coral !

4-Se o grupo já é mais avançado , vá devagar! Leve peças que os desafiem , mas também leve músicas que sejam facilmente desenvolvidas em sala para que eles se sintam cada vez mais capazes , isto aumenta a auto-confiança deles e as músicas mais difícies acabam sendo resolvidas mais rapidamente. Em músicas mais complexas , é sempre bom fazer um planejamento com vários ensaios e ir “pegando leve” com os alunos. Quando menos esperar mais rápido acontece o processo de aprendizado . Deixe que no processo cognitivo de aprendizado , o próprio aluno sinta esse ” aprender musical” Faça as coisas com bastante empenho  mas de maneira gradual ! Isto é importante , acredite !

Bom , acho que falei demais,

Espero poder ajudar .

Enfileirados ou em roda ? eis a questão !

Ola pessoal,

Comecei a dar aulas com 18 anos de idade e era a minha primeira vez em uma sala de aula. Imaginava que chegaria na sala e todos os alunos estariam sentados com um grande e imenso sorriso , esperando em silêncio a entrada do professor. Para a minha surpresa , quando cheguei na sala , a criançada estava correndo de um lado pro outro , jogando lápis pro colega lá do outro lado da sala e não estavam dando a mínima para mim . Te assustei ? Com certeza não pois essa é a realidade de muitos lugares .

Isso aconteceu numa escola particular e posso dizer que fiquei na época bem assustado. Anos se passaram e fui trabalhar com um Coral onde quase todas as crianças pertenciam a uma Creche . Meu Deus ! Lembrei-me daquela minha primeira turminha , mas …. não contavam com a minha astúcia ( by Chaves) . Desta vez eu os coloquei em roda , sentados , pois a probabilidade de se cutucarem era menor do que se estivessem enfileirados . Posso dizer que isso cooperou com o trabalho ! Não vou dizer que foi o melhor trabalho do mundo , mas colaborou para que eu dominasse mais a sala pois eu ficava circulando pelos alunos e o trabalho rendia mais.

Encontrar trabalhos difíceis não é tão difícil quanto se pensa ,

Espero ter ajudado ,

Crianças e Adolescente Parte 2

Uma das coisas que mais tenho pensado e tentado articular nesses ultimos dias é com relação ao meu planejamento com os adolescentes. Realmente não é fácil achar um repertório que agrade a todos pois sempre alguns vão reclamar. Alguém discorda ?

Uma das coisas que tenho visto que tem dado certo é elaborar um projeto específico e apresentar pra eles . Ter um começo , meio e fim  para que percebam que, o que você esta fazendo não é aleatório mas tem um objetivo específico. Isto acaba se tornando quase um projeto de vida pra eles …é serio , pode acreditar !!

Posso dizer que boa parte dos adolescentes que estão comigo permanecem , inclusive MENINOS, pasmem !!!!

Elabore um projeto como por exemplo _

A musica dos Anos 80, Temas de filmes, O Samba de Noel Rosa, A Bossa De Tom Jobim ,A poesia de Vinicius ….

Tentem e depois me falem ! Ok ?

Abração ,

P.s – ( Obrigado pelos quase 7 mil acessos ja do BLOG )